sábado, 10 de maio de 2014

A importância de utilizar os equipamentos corretos na serigrafia


Quem pretende se iniciar no mundo da serigrafia deve procurar entender que apesar dos custos para o início da atividade serem baixos, o uso de materiais inadequados pode prejudicar e muito a produtividade e mesmo a própria concepção do negócio.

Administrativamente, um comerciante deve sempre visar o lucro, assim, trabalhar com equipamentos falhos pode causar prejuízos significativos inviabilizando a serigrafia como um atividade de trabalho em tempo integral.

Assim invista em equipamentos como esticadores de telas profissionais, mesa de luz, berços grandes e práticos, emulsão e sensibilizante, de qualidade. O custo inicial pode aumentar, mas a dor de cabeça posteriormente com telas saindo erradas ou mal reveladas podem comprometer e muito o seu negócio e tomando um tempo enorme que deveria estar sendo empregado em outras atividades.

No próximo post vou mostrar os equipamentos que utilizo aqui na minha estamparia e indicar marcas e materiais que você deve comprar, evitar e materiais de uso facultativo, aguardem!

terça-feira, 6 de maio de 2014

Imprimindo folhas em ladrilho usando o Corel Draw

Sabemos que impressoras A3 são caras e grandes, assim dependendo dos produtos com os quais você irá trabalhar, vale mais a pena utilizar uma A4 e fazer algumas "gambiarras" na hora da impressão. Este método que vou ensinar agora, funciona tanto para serigrafia quanto para sublimação, ele consiste em imprimir trabalhos grandes divididos em folhas menores.

O risco do processo convém mencionar, é deixar traços no produto final (principalmente usando sublimação), então muito cuidado no momento de aplicação da técnica.

Selecionei esta arte da banda Pearl Jam como exemplo, repare que a mesma mede o tamanho de uma folha A3, mas o formato selecionado é uma folha A4.





Pois bem, abra o Corel Draw, selecione a arte com a qual vai trabalhar, selecione o tamanho da folha que vai utilizar e no momento de impressão clique conforme a figura abaixo na aba Layout.


Ao abrir a aba Layout, repare que no meio da tela tem a opção "Imprimir páginas em ladrilho", marque esta opção.


Agora você precisa ajeitar o desenho no corpo da impressão. Clique em visualizar impressão e vá ajustando o desenho no tamanho desejado de impressão.

Antes de ajeitar o desenho


Depois de ajeitar o desenho


Reparem que coloquei o desenho em duas folhas A4 o que equivale a uma Folha A3.

Obs: Não esqueça que no caso de sublimação a imagem deve obrigatoriamente ser impressa invertida.

Pronto pessoal, agora é só mandar imprimir a arte, juntar as partes e confeccionar a tela ou a arte para sublimar, nesse processo muito cuidado para não deixar partes em branco ou sobrepostas uma as outras. Eu utilizo para untar as folhas durex no caso de tela e fita crepe no caso de sublimação, lembre-se de usar a menor quantidade possível destes materiais para evitar que eles influenciem na arte impressa, então cuidado.

É isso, em caso de dúvidas deixe recados ou nos mande e-mail

Até logo!

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Resets Epson

Pessoal aos poucos vou disponibilizar aqui nesta página resets gratuitos para impressoras da Epson, vendia eles antes pelo Mercado Livre, mas começaram a me denunciar e o site cancelou minha conta injustamente. Então se eu não posso vender, ninguém mais vai vender oras. Vai todo mundo baixar de graça e sem senha.

Modelos

Epson T1110 - http://www.mediafire.com/download/znwa3v9wlgn88b8/T1100byOrTHoTaMiNe.rar

Epson T50/60 - http://www.mediafire.com/download/eb5okcqi78ojcu8/EpsonT60-T50resetter.rar

Epson L100/210/300/350/355 - http://www.mediafire.com/download/fah168149vh96cf/L100-L210-L300-L350-L355-+www.rellenadodecartuchos.com.zip

Porque não é mais possível enviar mercadorias por Carta Registrada.




Se você compra ou vende pela internet, certamente já ficou inconformado com os altíssimos preços de frete cobrados pelos Correios. Infelizmente, na atualidade, esta empresa, pública diga-se de passagem, trabalha contra os pequenos e médios empreendedores brasileiros.

O envio de uma mercadoria no serviço PAC de cidade para cidade custa em média 13,50 reais para envios de até um kilo, um verdadeiro roubo em nossos bolsos. Uma encomenda até um kilo para o norte, nordeste pode custar absurdos 23 reais.

Sabendo disso, o que os vendedores fazem ou faziam (ainda tem como fazer mas está mais difícil), enviavam as mercadorias pelo serviço de carta registrada que possui o custo padronizado, em média 4 a 6 reais, variando de acordo com o peso, até 500 gramas, para todo o Brasil.

Assim, por algum tempo vários empreendedores utilizavam o serviço pelo preço, praticidade e principalmente por não concordarem com as taxas dos Correios. Muitas vezes inclusive, o preço do frete pelas vias legais, ficava e fica acima do valor do produto ofertado, como no caso de relógios, correntes, convites e outros itens que muitos vendiam. E o mais incrível ainda nem citei, por vezes o envio por carta registrada chegava mais rápido que o envio por PAC ou Sedex.

Mas, nesta modalidade de envio nunca foi admitida a inclusão de bens, tais como: óculos, material de informática, peças de reposição, suprimentos, etc., em cartas, ainda que acondicionados em envelopes. Objetos dessa natureza, com ou sem valor mercantil, destinados ou não a atos de mercância, só podem ser postados como encomendas e, como tal, acompanhados de nota fiscal ou discriminação de conteúdo. As pessoas que burlavam as regras realmente.

A cada dia que passa, a empresa aumenta a fiscalização contra a carta registrada. E, neste ponto, o comprador se faz uma pergunta lógica, porque pagar 23 reais de frete em um item que custa 2 reais? Sinceramente, se colocando no lugar do comprador iria responder que isso não tem o menor cabimento. A saída que a empresa trouxe aos vendedores trouxe fazer "contratos" com as empresas formais e oferecer descontos por cotas de produtos enviados e assim criou os serviços de PAC com desconto e o E-Sedex, no entanto, apesar de praticar preços menores com essas bandeiras, ainda é muito alto o frete e nem todo empreendedor formaliza ou quer formalizar seu negócio.

Da minha parte, seria muito mais fácil a empresa estabelecer um peso mínimo para o envio por carta registrada e não coibir todo mundo de utilizá-la, mas a ganância e o dinheiro que a mesma fatura com estas restrições falam mais alto.

Assim, trabalhar com vendas pela internet requer uma boa dose de sacrifício e disposição para contornar problemas como esses. A saída é procurar vender produtos em quantidade ou de forma casada, com vista a diluir o preço do frete no valor total. Infelizmente, a grande verdade é que os Correios não trabalham para a população brasileira, sendo um grande obstáculo para o comércio virtual brasileiro.

domingo, 4 de maio de 2014

Porque as impressoras da Epson modelos L200, 210, 355, 800 não são boas para sublimação



Você já deve ter lido ou ouvido de pessoas e sites que os modelos Epson da linha "L", que possuem bulk ink de fábrica, não são boas para sublimação, no entanto, ninguém explicou ao certo os motivos disto. 

Apesar desta linha possuir qualidade fotográfica e aceitar diferentes tipos de tinta, ocorre que nestes modelos, caso você tenha problema de entupimento da cabeça de impressão, você terá que praticamente ou comprar outra cabeça de impressão, ou jogar a impressora fora, uma vez que o acesso a esta peça não é de fácil acesso como nos modelos convencionais.


O acesso a cabeça de impressão nos modelos L só é feito a partir da desmontagem da impressora. Assim, se você quiser tentar desobstruir o entupimento com soluções de limpeza, Veja, pressão de ar ou outro método (lembrando que boa parte deles são ineficientes) não conseguirá e poderá inclusive danificar peças vitais do aparelho caso não tenha conhecimentos técnicos de montagem de impressora ou deixar partes faltando no momento de remontagem da mesma.

Caso decida em colocar solução de limpeza no interior do bulk, terá que retirar toda a tinta do mesmo, colocar muita solução de limpeza e ir efetuando uma série de limpezas na cabeça de impressão, pois a impressora puxa muita tinta durante o carregamento da mesma. Porém, isso pode travar a impressora, necessitando um reset destravá-la e a instalação de um dispenser, mas, o risco maior, é o de estourar um bico da cabeça de impressão, inutilizando-a completamente. 

Assim, se for utilizar uma impressora com tinta sublimática, prefira os modelos convencionais sem bulk ink integrados a máquina pois, além de serem mais baratos, você poderá evitar problemas futuramente e perder bastante dinheiro com isso por não ter conhecimento das limitações do aparelho.